Vinho da Semana: José de Sousa 2010

A José Maria da Fonseca acaba de lançar a nova colheita de um dos seus vinhos mais emblemáticos do Alentejo: o José de Sousa 2010

Após a compra, em 1986, da Casa Agrícola José de Sousa Rosado Fernandes, do qual faz parte a Herdade do Monte da Ribeira, a José Maria da Fonseca concretiza um sonho antigo, que é o de poder produzir vinho no Alentejo, numa propriedade carregada de prestígio e história (pelo menos desde 1878 que aqui se produz vinho) utilizando técnicas tradicionais de vinificação.

Mantendo viva uma tradição iniciada pelos Romanos, há mais de 2000 anos, a adega José de Sousa está equipada com 114 ânforas de barro, um método de fermentação ancestral e raríssimo. Para além da adega tradicional, abaixo do nível do solo, com as ânforas e dois lagares para a pisa, conhecerá também a adega moderna com 44 tanques de inox e toda a tecnologia indispensável para a fermentação de tintos e brancos.

É nesta adega, no centro de Reguengos de Monsaraz, que se produzem, entre outras marcas, o vinho José de Sousa.

_____________

NOTA DE PROVA: Boa complexidade aromática com notas muito expressivas para a baunilha e a especiaria. taninos finos e bem trabalhados pela madeira deixam um final de boca prolongado. Muito equilibrado e com o caracter que reflete o perfil de uma casa alentejana com história.

Marco Moreira da Silva, editor  www.jornaldevinhos.com
_____________

Castas: Grand Noir (45%), Trincadeira (35%), e Aragonês (20%)

Produção: 59.500 litros

Cor: Rubi com laivos acastanhados

Aroma: Folhas de tabaco, tâmaras, esteva, baunilha e especiarias

Envelhecimento: 30% em carvalho novo americano e francês

Engarrafamento: Outubro de 2011

Servir a uma temperatura de 14ºC e consumir a 16ºC com pratos de carne, caça e queijo.
PVP Recomendado: 7,49€

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments