Vereditos diferentes para as jovens dos «Pussy Riot»

Uma das três jovens do gupo «Pussy Riot» foi hoje libertada, de acordo com a sentença proferida no tribunal de apelo de Moscovo. Quanto às outras duas viram confirmada a pena de dois anos de prisão, já condenadas no passado mês de agosto.

Este é o desfecho ao recurso apresentado pela defesa das jovens, que em agosto tinham sido condenadas, acusadas de terem feito uma oração anti-Putin.

Ekaterina Samutsevitch viu a pena de prisão ser suspensa, tendo sido aceite a sua desculpa, de que não tinha atuado por ter sido afastada da catedral pela polícia.

Apesar de terem pedido desculpas, em pleno tribunal, aos crentes, não reconheceram qualquer culpa pelo ato consumado no templo.

Em reação ao veredito, o primeiro-ministro Medvedev achou o mesmo demasiado duro, já Putin considerou “correta” a condenação a dois anos.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments