Vende-se virgindade no Brasil

Vende-se virgindade no Brasil
Jovem brasileira, 20 anos,Catarina Migliorini, leiloa a sua virgindade na internet.

 

Ela, a ‘dona do corpo virgem’, dá pelo nome de Catarina Migliorini, tem 20 anos, e decidiu leiloar um considerado ‘bem precioso’ do corpo feminino, também um assunto tabu em algumas comunidades religiosas espalhadas pelo mundo por ser considerada a maior virtude que uma mulher pode ter.

Foi efectuado um leilão online da virgindade de uma jovem brasileira, por sinal de aparência muito agradável, o que suscitou uma febre cibernautica viral, angariando muitos fãs e muitos licitadores.

 O certo é que o valor aumentou consideravelmente em pouco tempo, começou em 190 000 dólares, e a 23 de Outubro o valor chegou ao seu preço final, a módica quantia de 780 000 dólares.

O vencedor é japonês, dá pelo nome ou alcunha Natsu, e licitou os 780 000 dólares, e terminou aí um dos leilões mais caricatos de sempre.

A estudante do curso de educação física, Catarina Migliorini, afirmou que é de sua vontade doar 90% do valor adquirido no leilão, para as instituições de caridade que ajudam na construção de casas no estado brasileiro de Santa Catarina.

Mas ao que se pôde apurar recentemente, Justin Sisely, cineasta australiano e também organizador do leilão em questão, mostrou-se céptico em relação às verdadeiras intenções de Migliorini, tendo declarado à imprensa o seguinte: “Fiquei surpreendido, porque em todos os contactos que tive com Catarina,  ela deixou bem claro que foi sempre uma decisão de negócio para ela. Agora, dada a forma como a história teve um impacto tão grande no Brasil, ela está de mãos atadas. E se ela não doar  nenhum dinheiro para a caridade, ela vai ficar muito mal vista em todo o Brasil e em todo o mundo.”

 

Alexander Stepanov
Alexander Stepanov leiloou a sua virgindade por 3000 dólares.

 

Se este tipo de leilões se transformará numa moda, não sabemos. Porém, sabemos que Alexander Stepanov,  um jovem de origem russa, não teve assim tanta sorte no seu leilão, uma vez que a sua virgindade só acumulou 3000 dólares, valor licitado por uma mulher no Brasil com o nome ou alcunha Nene B.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments