DR

Pode ser uma banda de outro mundo, e para muitos será, mas pelo menos é uma banda do outro lado do mundo, sim falamos dos The Temper Trap, colectivo de Melbourne, na Austrália. O grupo, que tem feito visitas assíduas a Portugal, está de regresso a terras lusitanas para dois concertos: actua no próximo dia 14 de Fevereiro no Centro Cultural de Belém (CCB) e no dia seguinte rumará até ao Porto, para um espectáculo que terá lugar no Hard Club.

A banda vem apresentar temas do álbum mais recente, “Thick as Thieves”, editado em Junho de 2016, mas é de prever que do alinhamento constem músicas que auxiliaram os australianos a entrar na senda do sucesso como a ‘multi-badalada’ “Sweet Disposition” e ainda os muito bem-sucedidos temas “Fade” ou “Love Lost”.

Será de relembrar que no portfólio musical do grupo liderado por Dougy Mandagi figuram dois registos de longa duração: “Conditions”, de 2009, o álbum para o qual recrutaram Jim Abismo, produtor que esteve ao leme de discos de bandas como os Artic Monkeys ou Kasabian, bem como o homónimo “The Temper Trap”, de 2012.

Recorde-se que desde 2005, ano da fundação do grupo até à data, os The Temper Trap já atingiram uma cifra invejável em matéria de cópias vendidas, na verdade contabilizam mais de um milhão de exemplares adquiridos por fãs e curiosos. Para além disso são responsáveis por outro algarismo interessante: 150 milhões de streams no Spotify.

Se tudo isto desperta curiosidade, mais se acrescenta que os australianos assumem uma base de influência cumulativa de bandas e artistas como os U2, Massive Attack, Radiohead e Prince.

A Austrália é terra de oportunidades, o melhor é mesmo ir até lá: via CCB ou Hard Club.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments