Teatro Helena Sá e Costa: Haverá fuga para o amor?

“A Noite Canta” é uma tragédia contemporânea íntima e delicada que aborda a vida de um casal e o adiar do fim da relação.

O Teatro Helena Sá e Costa, no Porto, recebe nos dias 4 e 5 de fevereiro, o espetáculo “A Noite Canta”, uma encenação de Tiago Correia, a partir de “A Noite Canta os Seus Cantos”, de Jon Fosse, um dos dramaturgos vivos mais representados em todo o mundo e cuja vasta obra faz com que seja considerado a voz literária norueguesa mais sonante depois de Ibsen.

Em “A Noite Canta”, vive-se o dia de um jovem casal (interpretado por Ana Moreira e António Parra) com um filho recém-nascido. Num último esforço para a realização individual, os desejos de ambos colidem de forma assoladora. Na sala-de-estar da sua casa – apresentada ora como prisão, ora como refúgio do mundo – assistimos, muito próximos, a uma tragédia contemporânea íntima e delicada, que explora as fraquezas de um casal a adiar o fim da relação. Numa linguagem escassa, de palavras aparentemente banais, com uma música própria, feita de repetições e silêncios, a morte surge inesperadamente. Aos dois actores, junta-se em palco Pedro Almendra, sendo que ação conta ainda com o contributo de António Durães e Cristina Carvalhal (voz).

créditos: José Caldeira

“A nossa premissa foi a procura de um novo realismo, assente na linguagem cinematográfica. O cenário revela-se à nossa frente como um autêntico décor de cinema – incompleto, confinado, frio, incómodo e artificial – mas sem câmaras, num jogo sem observadores.  Este carácter intimista e delicado que envolve os personagens transforma a experiência teatral num duplo conflito. É uma representação sagrada e trágica da vida que acontece à nossa frente e, simultaneamente, a representação de uma representação. Sagrada, porque intocável. Trágica, porque serão inúteis quaisquer artifícios”, refere Tiago Correia sobre o espetáculo.

“A Noite Canta” resulta de uma coprodução Cão Danado, A Turma, Teatro Municipal do Porto e FITEI. A récita de dia 4 de fevereiro será às 21h30 e a de 5 de fevereiro, às 16h00, sendo que o preço dos bilhetes varia entre os 5 e os 10 euros. As reservas podem ser efetuadas através dos números: 225 193 760 e 961 631 382. Após a apresentação no Teatro Helena Sá e Costa, o espetáculo segue em digressão pelo Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, (11 de fevereiro); Cine-Teatro Louletano, em Loulé (18 de fevereiro); e Fábrica das Ideias, na Gafanha da Nazaré (26 de fevereiro).

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments