Taste It: Natal

Eis que chega o Natal e com ele todas as iguarias da época. Os jantares para celebrar a festividade iniciam-se semanas antes de dia 24 e 25, de forma a reunir com todos os que nos são queridos. Por norma, inicia-se o jantar ou almoço de Natal com um pãozinho molhado num aromático azeite ou um queijo da serra e trincam-se alguns enchidos enquanto os pratos de bacalhau, polvo, peru e cabrito não chegam. Mas, a hora da sobremesa é a mais aguardada… Rabanadas, tronco de Natal, aletria, sonhos, leite creme, bolo-rei ou rainha, muitas são as opções e todas elas deveras apetitosas. O vinho maduro ou verde, tinto ou branco também tem lugar guardado na mesa. Assim como os bombons para aconchegar o estômago e o espírito, enquanto se aguarda pela troca de presentes.

Na verdade, esta época é rica em excessos e despreocupações com a linha. Sem dúvida que, retirar as iguarias tradicionais ao Natal é retirar-lhe parte do seu encanto. No entanto, o problema não reside somente na noite de Consoada, mas sim em todas as comemorações ao longo do mês de dezembro. Por isso, de forma a poder celebrar com menos peso na consciência, adote alguns truques na hora do frente a frente com o repasto natalício:

  • Sirva diretamente para os pratos, em vez de servir a refeição em travessas.
  • Mastigue e saboreie calmamente os alimentos, aproveitando para conversar durante a refeição.
  • Utilize pratos de sobremesa no lugar de pratos rasos.
  • Evite chegar à hora do almoço o jantar com muita fome. Faça pequenos lanches ao final de 3h. Sugiro um punhado pequeno de frutos gordos como as amêndoas, avelãs ou nozes para saciar a fome.
  • Eleja entradas como queijo fresco ou requeijão para barrar hortícolas/tostas pequenas, bruschettas com hortícolas como base (p.e. beringela, courgette, tomate, cenoura), cogumelos recheados, húmmus com palitos de cenoura, pepino, aipo ou até chips de mandioca e batata-doce.
  • Opte por pratos com menor valor calórico como o bacalhau de consoada (bacalhau cozido com hortícolas e batata), o peru assado com pouca gordura ou o polvo na brasa.
  • Sirva mais hortícolas do que batata ou carne/peixe no seu prato e tempere-os com um modesto fio de azeite.
  • Como bebidas, além da água mineral, pode experimentar chás frios a gosto (por exemplo, chá verde e limão; chá de maçã e canela) ou no caso de bebidas alcoólicas um pequeno copo de vinho tinto são algumas sugestões. Os refrigerantes são uma forma de aumentar-se a ingestão de açúcar e, com isto, as calorias vazias.
  • Uma vez chegada a hora das sobremesas, em primeiro lugar ingira algumas frutas, nomeadamente, frutas que auxiliam a digestão dos alimentos como é o caso do ananás, abacaxi, kiwi ou papaia. Pode combinar as mesmas com canela, uma vez que esta especiaria auxilia o controlo dos níveis de insulina.
  • Por fim, desfrute dos doces da época com mediania. Selecione as suas preferências e retire pequenas porções de cada uma delas. Caso, tenha ingerido hortícolas e frutas em dose q.b., bem como proteínas (carne ou peixe) sentir-se-à saciado aquando a altura da ingestão das sobremesas doces, o que leva a que ingira quantidades mais diminutas.

Efetivamente, é possível transpor esta data do ano sem alterar o seu peso. Para isso, seja fisicamente ativo durantes estes dias, ou seja, conviva com os seus familiares, ao longo de uma caminhada ao ar livre ou a jogar à apanhada com os mais novos, ao invés da inércia associada ao ritual comum de estacionar o carro, entrar em casa, sentar-se à mesa de volta da riquíssima gastronomia portuguesa e repetir o episódio para lá do dia de Reis.

Votos de um Doce Natal!

Teresa Carvalho
Teresa Carvalho

 

Teresa Carvalho – Nutricionista
cédula profissional: 2339N

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments