Taste It: Mousse alternativa em Dia do Chocolate

mousse chocolate

Desde miúdos a graúdos, são poucos os que ficam indiferentes à sedução de um quadradinho de chocolate. Na hora de escolher, a tarefa é árdua porque há chocolates para todos os gostos e feitios: o amargo do negro, o simples de leite, o arrojado com bolachas, o tradicional de avelãs e o luxuoso/improvável com pepitas de ouro.

Perante este amplo leque de opções, resistir ao chocolate torna-se difícil, principalmente porque ele tem a capacidade de derreter os problemas e transformar tudo muito mais doce. Por isso, ao fim de um dia de trabalho são muitos os que aproveitam para degustar um chocolatinho ao ouvir uma música relaxante no conforto do sofá. É nesse momento que reside o risco, pois um quadradinho rapidamente se transforma em quatro, cinco ou na tablete completa. Se isso acontecer, o ideal é compensar o excesso com exercício físico como limpar a casa, caminhar, correr ou (para os mais corajosos) pedalar até ao trabalho. Outra estratégia para controlar a dose, é consumir um quadrado depois do almoço, por exemplo em conjunto com o café, já que a essa hora do dia a pessoa encontra-se mais desperta e atenta controlando, mais eficazmente, os suas desejos alimentares. Após o exercício físico, é igualmente interessante consumir chocolate negro devido à sua riqueza em antioxidantes importantes no período de recuperação.

Mas, o que é o chocolate? O chocolate é produzido a partir do cacau, ao qual se adicionam outros componentes como por exemplo a manteiga de cacau, o leite e o açúcar. O tipo de chocolate mais interessante, do ponto de vista nutricional é o chocolate negro porque apresenta maior concentração de cacau (no mínimo 70%). Um chocolate com maior percentagem de cacau possui menor quantidade de açúcar, gordura e aditivos. É mais rico em compostos antioxidantes como é o caso dos flavonoides, os quais têm um papel relevante na redução da pressão arterial e diminuição da oxidação da lipoproteína de baixa densidade (colesterol LDL ou “mau colesterol”). O chocolate também possui um conjunto alargado de substâncias químicas que levam à libertação de endorfinas, as quais induzem bem estar-estar geral. A este ambiente hormonal promovido pelas endorfinas, some-se a presença de compostos como a anandamida, a feniletilamina, a teobromina e a cafeína; responsáveis pela sensação de relaxamento, satisfação e alerta. Alguns estudos referem que estes compostos podem reduzir o stress e diminuir os sintomas da fibromialgia e depressão.

mousse chocolate 1

Em resumo, o chocolate pode ser consumido, desde que com moderação. O ideal, do ponto de vista da saúde é optar por um quadradinho de chocolate negro ou preferir a adição de cacau cru nas preparações culinárias.

Como sugestão para o dia do chocolate, sugiro uma mousse de chocolate e chia. Esta sugestão é uma alternativa:

+ leve + simples + funcional = sabor

Mousse de chocolate e sementes de chia

(sem lactose, glúten e gordura saturada)

Ingredientes:

  • 200mL de bebida de arroz

  • 3 colheres de sopa de sementes de chia

  • 2 colheres de sopa de cacau cru (opção: cacau em pó magro)

  • 1 colher de sopa de mel

  • 1 colher de chá de essência de baunilha

  • 1 colher de chá de canela

  • 1 pitada de sal

Preparação:

  1. Colocar num recipiente a bebida de arroz juntamente com as sementes de chia. Deixar repousar cerca de 30 minutos ou até se formar um gel.

  2. Posteriormente, colocar esta mistura com os restantes ingredientes num copo triturador. Triturar com a ajuda de uma varinha mágica até estar tudo homogéneo.

  3. Transfira para copos ou taças de servir e leve ao frigorífico ou congelador até ficar consistente.

  4. No momento de servir, acompanhe com uma cobertura de framboesas e côcô ou sementes (p.e. girassol, abóbora) e frutos gordos (p.e. amêndoa laminada, avelãs). Pode também optar por umas rodelas de banana com raspas de chocolate negro.

Nota: caso considere que a mistura está muito líquida ou pouco doce, adicione meia banana ou meio abacate à mesma e retifique a doçura.

Teresa Carvalho

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Teresa Carvalho – Nutricionista

cédula profissional: 2339N

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments