Seguro: “O Partido Socialista prefere um caminho alternativo”

D.R.

António José Seguro, secretário-geral do PS, demonstrou hoje a possibilidade de votar contra o Orçamento de Estado para o próximo ano. No seu discurso durante a Universidade de Verão do PS-Porto, em Penafiel, Seguro afirmou que as medidas de austeridade reveladas na passada sexta-feira pelo primeiro-ministro vão ditar o sentido de voto dos socialistas.

Ainda assim, o líder do Partido Socialista não confirmou se os seus deputados vão votar contra ou se vão escolher novamente a abstenção, relativamente ao Orçamento de Estado para 2013 que será apresentado no Parlamento.

Seguro mostrou-se contra mais austeridade, afirmando que “o primeiro-ministro insiste na sua receita de austeridade e mais austeridade, insiste na política que se tem revelado um fracasso. Assim, não vamos lá. É tempo de separar as águas de um modo ainda mais claro”.

António José Seguro insurgiu-se ainda contra o aumento de sete por cento das contribuições para a Segurança Social, apelidando-o de “economicamente ineficaz” e afirmando que “deste modo, não. O Governo não muda e o Partido Socialista prefere um caminho alternativo. Não somos cúmplices das opções políticas erradas do atual primeiro-ministro”.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments