Raquel Moreira da Silva. É este o nome da primeira Mulher candidata à Câmara Municipal de Paredes para as próximas eleições, com a designação “Movimento Positivo por Paredes – MPP”. Avança como independente, já que seguiu caminhos diferentes do PSD, partido com o qual esteve eleita no passado como vereadora.

Tem doze objetivos para colocar em prática, já que acredita que irá ser a primeira “mulher Presidente da Câmara de Paredes”. Em contacto com a população, sente que existe o “reconhecimento de uma obra feita” em vários Pelouros. Raquel Moreira da Silva deu uma entrevista em exclusivo ao Globalnews.pt, que pode ler de seguida:

Acredita que no dia 1 de Outubro vai ser a primeira mulher Presidente da Câmara Municipal de Paredes?
Acredito que o facto de ter desempenhado por mais de duas décadas todas as funções autárquicas. Acredito que a larga experiência autárquica, adquirida  pelo trabalho sério e empenhado. Acredito que coloquei sempre os interesses comuns acima dos interesses pessoais.

Acredito que conheço melhor que ninguém a realidade do Concelho de Paredes, as pessoas do nosso Concelho, as potencialidades e as suas fragilidades. E acredito que por ser Mulher, e muito me orgulho, vou ser a primeira Mulher, Presidente da Câmara Municipal de Paredes.

Caso vença, quais serão as primeiras medidas que irá tomar?
Quando se avança para um desafio como a presidência da Câmara Municipal de Paredes, tem de se estar alicerçado num Projeto sério e de completo compromisso com a população.

Assim todas as medidas são importantes e o que importa é a capacidade e compromisso de concretização ao longo do Mandato.

Tenho, inclusive, 12 Objetivos que me comprometo a realizar, no curto e médio prazo do exercício do Mandato.

Pode revelar um pouco do seu Programa, a implementar, caso vença as Eleições?

 OS 12 OBJETIVOS

1 –  Criação do Portal da Transparência, onde todos os munícipes tenham acesso às receitas do Município e à forma como são gastas.

2 – Construção e manutenção de Habitação Social, para as situações de carência económica comprovada.

3 – Redução da Taxa de IMI, para o valor legal mínimo.

4 – Alargamento da Rede de Água e Saneamento, para melhorar a qualidade de vida da população do Concelho.

5 – Articulação da Rede Social, no que respeita aos Cuidadores da Deficiência.

6 – Redução do preço da água nas I.P.S.S., Associações e Clubes.

7 – Pagamento dos medicamentos, no valor que não é comparticipado pelo Estado, para todos os idosos e pessoas portadoras de deficiência com dificuldades económicas comprovadas.

8 – Promoção de Atividades de Tempos Livres ( A.T.L.) , nas férias escolares.

9 – Concretização do Mandato através de um Processo participativo, reunindo com as lideranças e forças vivas, nas visitas às Freguesias.

10 – Criação de um balcão permanente de atendimento e ponto de venda de produtos do Município aos turistas, no Porto, para dar a conhecer as atratividades e potencialidades do Concelho de Paredes.

11 – Proteção animal, construção de uma ”Casa” , para recolha, cuidados e adoção de animais.

12 – Criação de um Gabinete de Captação de Investimento que terá como consequência o aumento de Emprego, no Concelho de Paredes.

Se não vencer e conseguir um cargo de Vereadora, cargo esse que já teve, vai aceitar?
O meu único objectivo é a vitória e por maioria.

Sei e acredito que o importante é o bem maior do meu, do nosso Concelho. Juntos, sei que podemos fazer muito mais e muito melhor.

Porque decidiu candidatar-se?
Decidi candidatar-me porque tenho uma história de vida e de trabalho com mais de 20 anos, ao serviço do Concelho de Paredes

A experiência adquirida na gestão, o profundo conhecimento da realidade e das necessidades das nossas Freguesias, o contacto direto que sempre tive com as pessoas  e o apelo das mesmas para que me candidatasse deram-me força e vontade de continuar a servir a população de Paredes.

E acredito que juntos, podemos fazer muito mais e muito melhor.

Fica com uma certa mágoa por não ser a candidata do PSD, depois mesmo de Celso Ferreira, actual Presidente da Câmara a ter convidado a ser a candidata do Partido?
Sinto orgulho por ter sido a primeira escolha do PSD, para a presidência da Câmara Municipal de Paredes.

Sinto-me prestigiada pelos munícipes, quando numa sondagem apareço como a Candidata melhor colocada para ganhar a Câmara.

Sente que vai “roubar” muitos votos ao PSD?
Sendo a minha candidatura supra-partidária, não “ roubo “ nada a ninguém, mas estou dando tudo para o bem de Paredes.

Tem estado em contacto com as pessoas. O que lhe dizem?
Em primeiro lugar existe, da parte das pessoas um grande apreço pelo meu trabalho, disponibilidade e simpatia.

Há o reconhecimento de uma obra, que realizei na Ação Social, Proteção Civil, Ambiente e outros Pelouros.

Percebo, também, nas pessoas um descontentamento pela realidade actual da política e um desejo profundo de mudança.

Mais do que nunca, sinto que as pessoas querem transparência no exercício de cargos públicos, proximidade e participação nas decisões do que é melhor para elas, daí a grata identificação que têm comigo.

Tem sido acarinhada, já que é uma pessoa conhecida do Concelho?
A aceitação e receptividade é tão grande que só sinto a dívida de não ter tempo para conversar e visitar cada um dos munícipes do nosso Concelho. Daí o meu compromisso de um Mandato participativo que inclua e envolva mais as pessoas nos processos decisórios.

Como vai passar o dia 1 de Outubro? E como vai acompanhar o desenrolar das notícias das votações?
Espero visitar cada mesa de voto e que o processo eleitoral decorra bastante participado.

Não escondo que na apuração dos votos sentirei o coração a bater muito forte.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments