Queda de helicóptero em Londres provocou 2 mortes, e 13 feridos

   Queda de helicóptero em Londres provocou 2 mortes, e 13 feridos
Queda de helicóptero em Londres provocou 2 mortes, e 13 feridos

 

A polícia disse que um helicóptero embateu num prédio que faz parte de um bloco de apartamentos de luxo inacabado em Vauxhall, perto da sede da agência de espionagem MI6, na margem sul do rio Tamisa (Thames River), Londres,  Inglaterra.

O topo do prédio de 51 andares, a Torre St George Wharf, viu-se envolta num nevoeiro naquela manhã, e após uma investigação efectuada no local a polícia descartou a hipótese de um ataque terrorista.

O helicóptero comercial partiu de Redhill em Surrey, no sul de Londres, com destino a Elstree que fica a norte de Londres. Mas o mau tempo fez com que o piloto solicitasse um desvio para Londres Heliport, que fica apenas a cinco quilómetros do local do acidente, disseram as autoridades locais.

A Air Accidents Investigation Branch analisam o que aconteceu, e suspeitam que o guindaste na obra da Torre não tinha a sua luz ligada, e que com o nevoeiro o piloto do helicóptero  pode não ter conseguido ver claramente o topo do prédio, e o aparelho ter tocado na ponta do guindaste e ter-se descontrolado tendo embatido num prédio no centro de Londres, e na sequência desse embate e posterior queda do helicóptero , duas pessoas morreram e treze ficaram feridas.

O Comandante Neil Basu da Polícia Metropolitana disse que era “uma espécie de milagre não ter acontecido mais mortes”, uma vez que o acidente ocorreu num bairro residencial e comercial muito movimentado, mesmo na hora de ponta, por volta de 08:00h.

O Comandante confirmou que o piloto, que se acredita ser a única pessoa dentro do helicóptero, foi morto juntamente com uma pessoa que estava a passar naquela rua, deixando treze pessoas feridas, como foi referido anteriormente.

London Fire Brigade disse que mais de 50 bombeiros trabalharam para prevenir mais danos, e resgataram um homem, retirando-o de um veículo em chamas.

Testemunhas disseram que parte do guindaste, utilizado na construção da torre (Tower St George Wharf), caiu na rua abaixo da torre, esta construção que supostamente era para estar concluída ainda no final deste ano.

“Houve um flash de luz no ar e o helicóptero caiu ao chão. E logo de seguida explodiu, e vocês podem imaginar a quantidade de fumo escuro e a confusão que foi…”, disse Paul Ferguson testemunha ocular, que estava  a trabalhar num escritório perto da torre.

Outra testemunha, Paul Robinson, de 42 anos, estava prestes a entrar no seu camião, quando sentiu algo bater no seu veículo.

Um residente local Nic Walker, de 35 anos, disse que ele estava na cama quando ouviu um helicóptero voar por cima de sua casa,  e que logo de seguida ouviu um estrondo que designou como sendo “um acidente de proporções enormes”.  Nic disse ainda:  “…vesti-me o mais rapidamente possível e fui ver se alguém precisava de ajuda”.

O acidente causou engarrafamento nas ruas da cidade, tendo fechado temporariamente várias estações de metro, e de comboio, e de autocarros na área.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, elogiou os serviços de emergência para a sua “resposta rápida e profissional”.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments