Depois dos desfiles em Lisboa, o evento avança para o Porto esta quinta-feira (dia 19 de outubro). O primeiro dia de desfiles na Invicta é integralmente dedicado a jovens designers do projeto Bloom, com o qual o Portugal Fashion promove a emergência de novos criadores. Estão previstos dez desfiles Bloom no Museu do Carro Elétrico, em Massarelos, entre as 12h00 e as 23h00 desta quinta-feira. Para além de seis desfiles individuais e um duplo, seis escolas de moda vão ter a oportunidade de apresentar criações dos seus alunos.

O Portugal Fashion reforça, aliás, a participação de estabelecimentos de ensino e cursos especializados em moda no seu programa de desfiles. Às já habituais Escola de Moda do Porto, MODATEX e ESAD – Escola Superior de Artes e Design de Matosinhos juntam-se, nesta edição, o curso de Design de Moda da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa, a CENATEX (Guimarães) e a Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco.

No segundo dia de desfiles no Porto (amanhã, sexta-feira, 20 de outubro), o line up integra quatro criadores emergentes e outros tantos consagrados. Entre os emergentes, temos Carla Pontes (16h00), Estelita Mendonça (17h00), Susana Bettencourt (18h00) e Hugo Costa (21h30). Já os consagrados são Júlio Torcato (19h00), Diogo Miranda (20h00), Anabela Baldaque (22h30) e Miguel Vieira (23h30), sendo que este último regressa à passerelle depois da recente participação na Semana da Moda de Nova Iorque. Todos estes desfiles têm lugar na Alfândega do Porto, no dia 20, a partir das 16h00.

O 41.º Portugal Fashion encerra, a 21 de outubro (sábado), com um dia de desfiles muito heterogéneo, em cujo alinhamento cabem a moda de autor, o pronto-a-vestir, a alfaiataria e o calçado. Destaque para os desfiles de Katty Xiomara, no antigo Matadouro Industrial do Porto (11h00, Campanhã), e de Luís Buchinho, na Casa do Cais Novo (13h00, Ribeira). Estes dois criadores participaram recentemente nas semanas da moda de Nova Iorque, no caso da luso-venezuelana, e de Paris, no caso do setubalense radicado no Porto.

No edifício que será convertido em Museu da Indústria, com uma valência dedicada à arte contemporânea, o desfile de Katty Xiomara servirá de pretexto para uma grande festa de cultura urbana. Com gestão artística da Circus Network, 14 artistas de street art vão pintar um mural de 60 metros no antigo matadouro, recriando o ambiente de Miami e, em particular, do Wynwood Arts District que inspira a nova coleção da criadora, intitulada “Parachute Trip”. A ideia é que esta intervenção artística sirva não só de cenário do desfile mas também de evento de despedida do antigo matadouro, criando um novo spot de street art até ao encerramento do edifício para obras.

De regresso à Alfândega do Porto, o evento prossegue, no início da tarde de sábado, com os sempre aguardados desfiles de Nuno Baltazar (15h00) e Alexandra Moura (16h00), esta última depois da presença na Semana da Moda de Londres. O programa do derradeiro dia do 41.º Portugal Fashion inclui ainda o desfile de marcas de calçado (Ambitious, Dkode, Fly London, J. Reinaldo, Nobrand e Rufel, a partir das 18h00), as propostas de pronto-a-vestir das marcas Pé de Chumbo (17h00), Lion of Porches (19h30) e Ana Sousa (23h30), a alta-costura da estilista Micaela Oliveira (21h30) e a alta alfaiataria da Dielmar (22h30).

Importa referir que, durante os dias 20 e 21, a Alfândega do Porto recebe como habitualmente, e em paralelo com os desfiles, o showroom Brand Up. Esta mostra de coleções de criadores e marcas dirige-se sobretudo a agentes de compras nacionais e internacionais, mas é aberta ao público em geral. Mais do que promover o vestuário nacional, pretende-se divulgar e valorizar um conceito de moda pluridimensional, no qual figuram também o design, a cultura urbana, a arte e o lifestyle. De resto, o calçado e a joalharia portugueses vão estar em destaque no Brand Up, com uma grande representação de criadores e marcas.

Também em paralelo com os desfiles, vai ter lugar na Alfândega do Porto o congresso Create – Inovate – Design, um evento organizado pela Associative Design no âmbito de uma parceria com a ANJE. Estão previstas palestras sobre design, bem como a inauguração da Galeria Associative Design e a apresentação dos resultados do AD Challenge’17, no âmbito do qual foram convidados 20 designers (15 nacionais e 5 internacionais) a apresentarem propostas de design de mobiliário em madeira.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments