Polícias vão participar na manifestação da CGTP e ponderam greve

Para protestar contra as medidas de austeridade, a polícia vai aderir à manifestação convocada pela CGT, que se realiza dia 29 no Terreiro do Paço, afirmou hoje à Lusa Paulo Rodrigues, da comissão de sindicatos das Forças de Segurança.

“Há um duplo sacrifício que está a ser pedido aos profissionais das várias polícias, não só porque se aplica esta redução de vencimento, mas por problemas internos, como a não alteração dos estatutos profissionais ou a não aplicação de estatutos a todos os profissionais, como acontece na PSP e na GNR”, sublinhou Paulo Rodrigues, da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia na PSP.

A decisão em participar na manifestação foi tomada esta segunda-feira à noite, decisão essa que saiu de uma reunião que as várias forças de segurança organizaram, com o intuito de analisarem as medidas de austeridade para o próximo ano.

Nessa mesma reunião estiveram presentes elementos da Polícia de Segurança Pública, da Guarda Nacional Republicana, Polícia Marítima, Guardas Prisionais, Autoridade de Segurança Alimentar e Económica e dos Serviços de Estrangeiros e Fronteiras que discutiram também a convocação de uma greve.

Em declarações à TSF, Paulo Rodrigues afirmou que “alguns sindicatos que pertencem à comissão coordenadora e que têm o direito de fazer greve, como por exemplo o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, do Sindicato da Guarda Prisional e do sindicato da ASAE, estão a ponderar fazê-lo”.

 

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments