Foi no cenário marcadamente urbano e alternativo do Palácio dos CTT, no Porto, tiveram lugar os nove desfiles da 14.ª edição do Bloom, projeto do Portugal Fashion dedicado à descoberta e promoção de jovens designers de moda. O Bloom volta assim a preencher um dia completo do programa do Portugal Fashion, o que traduz o crescente protagonismo dos novos criadores no evento.

Desta feita sob a coordenação e produção de moda do criador Paulo Cravo, o Bloom assume, pela segunda vez consecutiva, um calendário próprio, numa lógica de autonomização dos desfiles dos jovens designers face à passerelle principal. «A autonomia do Bloom reforça a capacidade do projeto para enfatizar as suas características únicas na moda portuguesa, para além de dar aos jovens designers a possibilidade de mostrarem publicamente aquilo que de facto os distingue, que os individualiza enquanto criadores e diferencia os seus trabalhos», considera Paulo Cravo, que substituiu Miguel Flor na coordenação do projeto.

Neste 40.º Portugal Fashion, «voltamos a reservar um dia do evento só para os desfiles do Bloom, despois da bem-sucedida experiência na edição anterior. A qualidade, modernidade e sofisticação das coleções dos jovens criadores justificam, plenamente, esta autonomia em relação à passerelle principal. De resto, a afluência de público àquele que é já um espaço identificativo do ADN do Bloom, o Palácio dos CTT, bem como o interesse da imprensa especializada e dos agentes de compras pelos jovens designers, provam que esta nossa estratégia de autonomização está correta», garante o presidente da ANJE, Adelino Costa Matos.
As propostas que vai ver nas fotos têm a autoria de OLIMPIA DAVIDE / AMORPHOUS, NYCOLE, EDUARDO AMORIM, MARIA KOBROCK, BEATRIZ BETTENCOURT / MARIANA ALMEIDA, PEDRO NETO, DAVID CATALÁN, SARA MAIA e INÊS TORCATO .

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments