Obrigada, Costa!

Acreditando que seremos governados em gestão e por duodécimos a partir de Janeiro com novas eleições em Junho, pergunto se os portugueses sabem realmente o que significa governar com duodécimos?

Um orçamento em duodécimos não permite adaptar o orçamento às necessidades do país. O governo pode governar, embora com menos liberdade de acção e no limite terá de gerir o país com o orçamento que foi autorizado a gastar em 2015. Portanto governar com duodécimos pode facilmente significar caminhar a passos largos para a falência.

O Governo também não poderá contrair mais empréstimos e, não poderá mexer nos impostos. Isto significa que o défice orçamental não poderá aumentar e que, se a economia, a receita fiscal e os preços crescerem, será forçado a contrair-se.

Todos sabemos que sem investir não se pode colher, e num cenário de governo de gestão, a nossa economia ficará certamente estagnada.

Dado o aproximar da época natalícia pede-se ao pai natal que reúna com estas personagens de esquerda, tão ideologicamente próximas, e lhes explique que nem sempre é possível termos o brinquedo que queremos, mas sim o brinquedo que é possível e do qual formos merecedores.

Costa, queres mesmo arruinar o País só para sobreviveres politicamente?

Adelaide João da Costa
Obs: Escrita sem acordo ortográfico.
Objecção de consciência

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments