Nadadores de topo apoiam regresso do jornal Chlorus

As principais figuras da natação portuguesa estão a apoiar, através de uma campanha de crowdfunding, o relançamento do site Chlorus.

As principais figuras da natação portuguesa estão a apoiar, através de uma campanha de crowdfunding (financiamento coletivo através da internet), o relançamento do site Chlorus, que pretende tornar-se no primeiro jornal online especializado em natação a ser reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

Esta campanha, que se iniciou no dia 19 de janeiro e termina a 18 de março, só será financiada se angariar um mínimo de 6.500 euros. Até ao momento, já foi garantido 83% do valor pretendido que representa mais de 200 apoiantes.

Diogo Carvalho e Alexis Santos, únicos nadadores com “passaporte” garantido para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, são os principais rostos de apoio a este projeto jornalístico.

“Vamos contribuir para o desenvolvimento da natação portuguesa, divulgar a nossa modalidade. Eu apoio o relançamento do Chlorus, apoiem também para um melhor futuro da nossa natação!”, escreveu Diogo Carvalho, nadador do Galitos, na sua página do Facebook.

Também Alexis Santos demonstrou o seu apoio à criação do primeiro jornal online de natação em Portugal: “Acho que é um projeto muito importante para a natação em termos de divulgar mais e melhor a nossa modalidade, algo que em Portugal é escasso. Sinto que é a oportunidade de dar o próximo passo na divulgação da modalidade”, referiu o nadador do Sporting.

Outros atletas de topo também já aderiram ao relançamento do projeto pioneiro na modalidade, como são os casos de Ana Catarina Monteiro, Nuno Quintanilha, Ana Rodrigues, Alexandre Agostinho, Mário Pereira, Luís Vaz, Tomás Veloso e Inês Fernandes, em natação pura, Elisabete Matos, Ana Rute Estorninho e Rita Pereira, no polo aquático, Bárbara Costa, Maria Queiroga, Isabel Baptista e Diana Gomes, em natação sincronizada, Rafael Gil e Angélica André, em águas abertas, Adriano Niz, José Freitas, Carolina Santos Silva e Jorge Vaz Correia, nos masters, David Grachat e Nelson Lopes, em natação adaptada, ou ex-nadadores olímpicos Simão Morgado, Paulo Trindade, Rui Borges e Vasco Sousa.

A World of Sports (WoS), empresa que gere carreiras de atletas e eventos desportivos, lançou-se como promotora deste projeto, depois de “entrar” na modalidade em 2014 com a assinatura de um protocolo de cooperação com a Federação Portuguesa de Natação e iniciando em paralelo a gestão das carreiras de alguns dos melhores nadadores portugueses.

“Estamos muito otimistas que vamos conseguir atingir o valor mínimo pretendido para arrancarmos com este projeto único para todas as disciplinas da natação e até vamos ultrapassar o objetivo inicialmente definido”, afirma Bruna Machado, diretora-geral da WoS.

Segundo a responsável, “o Chlorus foi uma ‘marca’ jornalística que a comunidade aquática não esqueceu e que percebemos que tem potencial para ajudar a promover a natação com trabalhos desenvolvidos por profissionais da comunicação”.

Bruna Machado considera que “a natação precisa um de órgão de comunicação social especializado” e que “este é o momento certo para a modalidade ter um jornal online que não deixe nenhuma disciplina da natação de fora”.

O site Chlorus, palavra em latim que significa Cloro (elemento químico utilizado nas piscinas) foi criado em 24 de outubro de 2009. Nasceu de uma ideia antiga de se poder criar um espaço informativo que reunisse as disciplinas da Natação e demais assuntos relacionados com o meio aquático, através do meio de comunicação que atualmente assume um papel de vital importância: a internet.

Ao longo do seu trajeto, o Chlorus passou a ser, nos domínios relacionados com a natação, o site com o maior número de visitas em Portugal, tornando-se no mais bem-sucedido projeto de notícias de natação online no nosso País.

A falta de apoios levou à suspensão deste portal de notícias em 1 de julho de 2012, mas desde então os sucessivos apelos ao regresso do Chlorus, por parte da comunidade aquática, foram inúmeros. A ideia de relançar o Chlorus foi ganhando consistência com o interesse manifestado pela WoS, sendo criado um plano que dê garantias de sustentabilidade e durabilidade do site, avançando-se, numa primeira fase, para uma campanha de crowdfunding.

O Chlorus pretende tornar-se no primeiro jornal online português especializado em natação a ser reconhecido pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social, estando previstas atualizações diárias e acompanhamento das competições regionais, nacionais e internacionais de todas as disciplinas da Natação (natação pura, polo aquático, natação sincronizada, águas abertas, natação adaptada e masters).

O projeto editorial será liderado por Joaquim Sousa, fundador do Chlorus e ex-jornalista dos jornais O Norte Desportivo e O Primeiro de Janeiro.

A campanha de crowdfunding decorre na plataforma online PPL em http://ppl.com.pt/pt/prj/chlorus-jornal-online-natacao.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments