Miguel Relvas pediu a demissão do Governo

DR

Miguel Relvas, ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, apresentou hoje a sua demissão e deverá dar a conhecer uma declaração com os motivos da sua decisão. O primeiro ministro aceitou a demissão de Relvas. “O Gabinete do Primeiro-Ministro informa que o ministro Adjunto e dos  Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, apresentou ao primeiro-ministro o  seu pedido de demissão, que foi aceite. Em face desta situação, o primeiro-ministro  proporá oportunamente ao Presidente da República a exoneração do ministro  Adjunto e dos Assuntos Parlamentares e a nomeação do seu substituto”, como se pode ler no comunicado.

Na mesma mensagem às redações, pode ainda ler-se que “o primeiro-ministro enaltece a lealdade e a dedicação  ao serviço público com que o ministro Miguel Relvas desempenhou as suas  funções, bem como o seu valioso contributo para o cumprimento do Programa  do Governo numa fase particularmente exigente para o país e para todos os  portugueses”. 

De acordo com a TVI24, Miguel Relvas irá apontar para motivos pessoais, as principais razões da sua demissão. Mas vários analistas apontam como causa desta decisão, as conclusões do relatório sobre a sua licenciatura.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments