Julian Assange consegue asilo político por parte do Equador

Está confirmado! O governo do Equador confirmou hoje que irá dar asilo político ao fundador do site WikiLeaks. Quem o anunciou foi o ministro dos Negócios Estrangeiros equatoriano, Ricardo Patiño, alegando que Julian corre risco de segurança.

Desta forma, Assange, que é acusado de violação na Suécia e espionagem nos Estados Unidos, consegue para já evitar a extradição do Reino Unido. Para além do asilo político concedido, terá também direitos diplomáticos.

Eram 13h48 de hoje, quando Ricardo Patiño anunciou a aprovação do asilo político. E justificou afirmando que “há sérios indícios de retaliação por parte de um país ou países que se sentem afectados pela divulgação de informação confidencial (WikiLeaks) que pode por em causa a integridade de Julian Assange ou a sua vida”.

Agora, resta saber se Londres vai deixar que Assange saia do país sem consequências de maior, isto porque os ingleses já ameaçaram invadir a embaixada do Equador em Londres, para prender o fundador do WikiLeaks e evitar assim a saida do país.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments