IRS sobre 30% para os portugueses em 2013

DR

O IRS do próximo ano, pago pelos contribuintes, vai ter um agravamento de 30%, comparando com os atuais valores. Esta foi uma das várias conclusões retiradas pela conferência de imprensa que Vitor Gaspar, Ministro das Finanças, continua a dar para transmitir as medidas de austeridade alternativas.

Foi também conhecida a reposição de um dos subsídios aos funcionários públicos e aos pensionistas em 2013. Vai haver uma redução dos escalões do IRS, de oito para cinco. O Executivo irá aplicar uma sobretaxa extraordinária de IRS , no próximo ano, à semelhança do que aconteceu em 2011.

A taxa média de IRS passará para os 13%, visto que atualmente é de 9,8%. O que significa que vai haver um forte agravamento no IRS na ordem de 30%.

O Ministro das Finanças avançou ainda com a informação de que irá haver um agravamento também na tributação sobre os rendimentos de capital, património, bens de luxo, tabaco, transações financeiras e rendimentos de poupança. O combate à evasão fiscal e economia paralela terá um conjunto de medidas que já foram aprovadas, referiu o Ministro.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments