Igreja inglesa chumba ordenação de bispos mulheres

Supermariolxpt / Foter / CC BY-NC-ND

Foi rejeitada pela Igreja de Inglaterra a possibilidade de as mulheres serem ordenadas bispos. A proposta apesar de ter tido o apoio da maior parte do clero, bispos e do atual e do próximo arcebispos de Cantuária, não obteve os dois terços imprescindíveis para a sua aprovação.

Os três colégios que formam o Sínodo Geral da Igreja de Inglaterra teriam que votar favoravelmente dois terços de cada um deles, o que não aconteceu. O Sínodo é constituído por bispos, clero e fiéis e tanto os bispos como o clero disseram “sim” à proposta. O grupo dos fiéis, apesar da sua maioria ter demonstrado estar a favor desta reforma, a votação não atingiu os dois terços, mesmo tendo tido um “saldo” positivo de 132 votos a favor e 74 votos contra.

O debate foi aceso e levou várias horas no Sínodo Geral da Igreja, esta terça-feira. Esta discussão leva já mais de 20 anos, apesar das mulheres poderem ser ordenadas sacerdotes desde 1982. Este é um golpe duro as pretensões de Justin Wleby, o primaz que vai iniciar funções em Dezembro e que defende que as mulheres possam ser ordenadas bispos. Canadá, Austrália e Estados Unidos permitem a ordenação de mulheres como bispos. A África do Sul já o permite desde o fim de semana passado.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments