DR

As viaturas em situação de emergência têm, a partir de hoje, um acesso direto às instalações do Serviço de Urgência do Hospital Pedro Hispano.

A nova ligação a partir da A28, no sentido Matosinhos- Porto, surgiu da necessidade de resolver os constrangimentos de trânsitos junto à Rotunda da AEP.

As obras custaram cerca de 150 mil euros, suportados pela empresa Infraestruturas de Portugal (IP) e pela Câmara Municipal de Matosinhos.

O presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde de Matosinhos recordou as “sucessivas dificuldades e entraves que marcaram este projeto”. “Foram anos de avanços e recuos, mas nunca de desistência perante esta necessidade de criar uma ligação rodoviária prioritária destinada às viaturas em missão de urgência. A partir de hoje, as viaturas em missão de socorro vão conseguir evitar as enormes dificuldades de trânsito a circular na A28 e na Rotunda AEP para chegar ao Hospital Pedro Hispano, poupando tempo no acesso ao nosso Serviço de Urgência – um bem demasiado precioso quando se trata de salvar vidas”, frisou Vítor Herdeiro.

A Presidente da Câmara Municipal lembrou que “há muito que já tínhamos sinalizado esta problema”. Para Luísa Salgueiro, “esta obra parece uma obra pequena, mas é de grande importância, pois faz toda a diferença na vida das pessoas. “Todos os minutos que se consigam poupar contam. Mas esta não é uma medida isolada e faz parte do plano estratégico da Unidade Local de Saúde de Matosinhos”, disse.

Mesmo com o novo acesso de emergência, “os problemas de circulação na A28 não ficam resolvidos”, como admitiu a edil. “É um problema que temos para resolver. É muito importante que possamos alargar a A28 (troço Sendim/Rotunda AEP), mas é uma obra de grande vulto que necessita do envolvimento não só das câmaras de Matosinhos e do Porto, mas também do Governo, daí que tenhamos pedido ajuda ao IP”, acrescentou Luísa Salgueiro.