Guatemala: Matou os dois filhos e foi queimado vivo em justiça popular

Guatemala: Matou os dois filhos e foi queimado vivo em justiça popular
Justiça popular é uma prática comum em Guatemala

 

Numa aldeia isolada a norte de Guatemala na cidade indígena TacTic situada em Alta Verapaz, Julio Saquil, de 35 anos, terá assassinado os seus dois filhos na escola local que estes frequentavam.

Segundo a polícia, Julio estaria alegadamente embriagado, tendo utilizado um facão, e esfaqueado até à morte as duas crianças.

Nesta cidade de linguagem étnica maya, em que os seus habitantes não confiam de todo no sistema da Justiça e do Governo de língua espanhola na capital, eles próprios assumem a justiça pelas suas próprias mãos.

Pois bem, os moradores de TacTic ao conhecerem o terrível caso destas duas crianças assassinadas de uma forma cruel pelo seu próprio pai, ficaram de tal forma enfurecidos e indignados, que encharcaram Julio Saquil,  com gasolina e depois atearam-lhe fogo.

Este é apenas mais um dos vários casos, pois sabe-se que este tipo de ‘justiça popular’ é já uma prática comum nesta pequena cidade de Guatemala.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments