Gaia Trail: A primeira vez no “Trail Centro Vicentino da Serra”

Equipa Gaia Trail. créditos: Marlene Lopes
Equipa Gaia Trail. créditos: Marlene Lopes

É mais uma prova que fica registada no currículo da equipa Gaia Trail! Desta vez marcada pelas diversas lesões que afetaram alguns dos seus atletas mas que não impediu que todos terminassem a prova com a certeza que deram o seu melhor. Foi uma prova de extrema dureza, bastante exigente em termos técnicos e que mesmo recorrendo ao material de apoio (as cordas que estavam presentes sempre que eram precisas), todo o cuidado era necessário.

Quanto à prova…. bem, tanto para dizer! Começando pela organização da mesma, destaca-se a excelente prestação de toda a equipa da organização. Desde a entrega dos dorsais, à animação antes do início da prova, os abastecimentos, o almoço, o apoio aos atletas, entre outros, nada temos a apontar. Aliás, o convívio, a animação e as paisagens deslumbrantes que foram prometidas não faltaram. Fomos muito bem recebidos e bem tratados por todos os portalegrenses.

E passando às magníficas paisagens que nos encheram os olhos e que nos fizeram percorrer 37 quilómetros de trilhos e mais trilhos e mais trilhozinhos que nunca mais acabavam! Ora subíamos, ora descíamos, ora nos encantavamos com tamanha beleza por onde passávamos. Mesmo aqueles que “viajavam” a velocidades estonteantes, não foram, com certeza, indiferentes a essa magnitude. E de forma a tornar o percurso ainda mais interessante para quem o percorria, a organização da prova fez um trabalho excelente! Aguçavam-nos a curiosidade sempre que entravamos num trilho com as placas identificativas que por lá colocaram… por vários momentos cheguei a pensar que estaria num parque de diversões!

Tanto estava à procura do javali no “Trilho do Javali Vicentino” como também fiz viagem de “Subida aos céus vicentinos”. Sem esquecer a passagem pelo “Túnel Vicentino” ou então pelo “Trilho da Analice” ou ainda desbravar a “Rampa do Compadre Vitorino Coragem”. E, certamente, tão cedo ninguém esquecerá a “voltinha” no “Carrossel Aquático Vicentino” ou as cordas bambas da “Amazónia Vicentina”! Sem poder esquecer a preocupação constante de nos darem um alento à alma de cada vez que nos aparecia pela frente um “Cuidado com o sKu” ou um “Tá quase compadreeeee!”. Em resumo, será uma prova a destacar no próximo ano!

E assim começou a participação da equipa Gaia Trail no Circuito Nacional de Trail 2015 da Associação de Trail Running de Portugal.

E agora é “seguir em frente que atrás vem gente”!

Texto de Cristina Dias

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments