Francisco Assis aconselha o PS votar contra o Orçamento para 2013

DR

O primeio-ministro “deitou tudo a perder”. É desta forma que Francisco Assis reage ao anúncio das próximas medidas de austeridade ontem divulgadas por Passos Coelho, considerando-as “extremamente injustas”, avisando desde já que a única decisão que o PS deverá tomar é votar contra o Orçamento de Estado para 2013.

Em declarações à Agência Lusa, o ex-líder parlamentar do PS afirma que “se o Governo tinha alguma preocupação em criar condições mínimas para que o PS se abstivesse no Orçamento do Estado para 2013, penso que Pedro Passos Coelho deitou agora tudo a perder”, comentando as medidas de austeridade reveladas ontem por Pedro Passos Coelho.

Mas Assis vai ainda mais longe nas suas criticas e não está convencido que as medidas anunciadas possam surtir efeito. “Duvido que a descida da taxa social única crie a prazo mais emprego e temo que o aumento da carga fiscal sobre o trabalho tenha um mau impacto nas receitas, tal como já está a acontecer este ano. Nas decisões tomadas pelo primeiro-ministro não há uma única iniciativa, nem sequer do ponto de vista simbólico, para penalizar quem tem mais altos rendimentos ou quem detém capital”, conclui.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments