Feira de artesanato certificado em Vila Nova de Gaia

Está a decorrer na Avenida da República até ao próximo domingo.

Estivemos à conversa com Maria José Mecho, da divisão municipal de apoio às empresas e ao emprego, onde promove o desenvolvimento económico local e neste caso as artes e os ofícios do concelho.

“Esta ideia de fazer uma mostra do artesanato de Vila Nova de Gaia surgiu dos próprios artesãos presentes, dado que estes não têm um local próprio onde possam mostrar os seus produtos. Daí termos achado por bem darmos corpo a esta ideia disponibilizando este espaço e assim ajudar dentro das possibilidades da Câmara Municipal de Gaia estas pessoas que produzem peças artesanais e que são muitas delas autênticas obras de arte. Desta maneira fica muito mais fácil para estes artífices fazerem chegar as suas peças ao grande público”, sublinhou.

Maria José Mecho esclarece que “há uma exigência para poderem expor nesta mostra. Todos os artesãos têm que possuir uma certificação específica que lhes é passada pela IEFP ao abrigo dum programa próprio”.

feira artesanato 2

O concelho de Gaia tem 45 artesãos com unidades de produção certificadas e que constituem já cada um uma micro empresa. Há casos em que mais de um elemento do agregado familiar trabalha na empresa, havendo outras com dois funcionários.

As peças presentes na exposição são diversificadas que podem observar e comprar: Presépios fantásticos, bolsas e carteiras de senhora e homem, pulseiras, bijuterias, casas em miniatura espetaculares, espigueiros, bordados, sapatos de pano, artigos diversos de decoração, garrafas com peças de madeira dentro, piões , piascas, rapas  e uma fisga (ficamos fãs destas peças). E claro não podiam faltar os sempre deslumbrantes barcos rabelos tradicionais da região. As peças em cerâmica também não faltam até porque a cerâmica das Devesas e do Carvalhinho são de Vila Nova de Gaia.

créditos: Sebastião Penas
créditos: Sebastião Penas

Por aquilo que percebemos esta iniciativa tem despertado os gaienses e não só, pois a afluência de público tem sido considerável.

Os artesãos estão em regime de rotatividade porque o espaço não os comportava a todos. Maria José Mecho disse ainda que esta iniciativa é para continuar, solidificar e crescer. Ficamos ainda a saber que a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia pensa em criar uma animação mais constante ao longo da Avenida com especial enfoque junto ao edifício da Câmara e o Centro Cívico.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments