Exposição de Animais Exóticos permanece no Visionarium até 31 de março

DR

Se ainda não visitou a verdadeira “Arca de Noé” não se preocupe. A Exposição de Animais Exóticos vai continuar no Centro de Ciência até 31 de Março. A mostra foi renovada e tem, inclusive, mais espécies de animais.

A Sala de Exposições Temporárias do Visionarium alberga mamíferos, répteis, anfíbios e aracnídeos. São cerca de 50 espécies pouco comuns. E agora, o público vai poder estar em contacto com mais quinze novas espécies de répteis e mamíferos exóticos, aumentando assim o interesse pela “bicharada”. Vai poder ver, por exemplo, o Teiú da Argentina, que trocado por miúdos, é nada mais, nada menos que um lagarto da Ordem Squamata, pertencente à Familia Teiidae e que pode atingir 1,4 metros de comprimento em estado adulto.

Mas também pode observar um Geco da Nova Caledónia, que à primeira vista até podem parecer “de borracha”, mas não são. Ou então ver o Monitor de Pintas Amarelas. Não é mais que um lagarto que habita nas zonas áridas da Austrália e Nova Guiné. Também têm uma dimensão de 1,4 metros.

Durante a visita, não se esqueça de observar os roedores, como é o caso dos Esquilos de Java, que são frequentes na Tailândia, Malásia, Java, Singapura e em florestas tropicais. E prepare-se para ver um “confronto” entre eles. Ainda no que diz respeito aos roedores, pode apreciar os Hamsters Siberianos. São pequenos, medem 8 a 10 cm, comem sementes e plantas, têm um tempo de vida entre 3 a 5 anos e podem ser encontrados na Mongólia, Rússia, sudoeste da Sibéria e Manchúria.

Por último, mas não menos importante, esteja de olho nas cobras. Elas também lá vão estar. A exposição pode ser vista de terça a sexta-feira, das 09h00 às 18h00 e ao fim de semana e feriados, das 14h00 às 19h00, aé 31 de Março.

Para mais informações, consulte: http://www.visionarium.pt/PDFs/Exposicao-Animais-Exoticos.pdf. Também pode entrar em contato com o Visionarium pelo telefone 256 370 605/9, fax 256 370 608 e correio eletrónico info.visionarium@aeportugal.com.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments