Terminou hoje a 32ª edição da Marathon des Sables, a prova de aventura mais dura do mundo. A atleta da Salomon Suunto Portugal, Ester Alves, única portuguesa em prova, alcançou o 10º lugar nesta edição que ficou marcada por ser a mais competitiva a nível feminino de que há memória. A vencedora foi Elizabet Barnes que já tinha ganho em 2015, seguida de Nathalie Mauclair, que repetiu o 2º lugar conseguido em 2016, e de Fernanda Maciel que também repetiu o 3º lugar conseguido em 2016.

A prova de 250 km no deserto do Sahara divididiu-se em 6 etapas: 5 a contar para a classificação e uma solidária mas obrigatória. Tendo a concentração começado oficialmente no dia 8 de abril, prolongando-se até ao dia 17, a corrida só começou no dia 9 e terminou hoje com a etapa solidária. Amanhã será um dia de descanso para conviver e na segunda feira os 1200 atletas que desafiaram as adversidades do deserto do Sahara regressam a casa.

Ester Alves

Ester Alves levava grandes expectativas para este desafio, para o qual trabalhou durante um ano e não desiludiu, conseguindo um brilhante 10º lugar entre as profissionais da elite mundial. Estreou-se na primeira etapa de 30,3 km com alguma cautela, fazendo a adaptação ao terreno e mesmo assim terminou em 11º lugar. No dia seguinte partiu para a 2ª etapa de 39 km, mais conhecedora do terreno que iria enfrentar, no entanto desceu muitos lugares na classificação feminina, caindo para 27º.

As piores etapas foram as duas primeiras. Por mais que se prepare, nada prepara um atleta para isto. A dureza, as dunas, o calor, a lentidão de ritmo face ao que se está habituada, devido às dunas, areia e o peso nas costas. A aspereza das condições nos acampamentos, onde falta tudo o que é básico” Confessou a atleta da equipa da Salomon Suunto Portugal.

Na terceira etapa Ester recuperou e conseguiu fazer os 31,6 km em 4h 31m subindo ao 9º lugar na tabela feminina. Na etapa seguinte, a mais longa de todas com 86,2 km, Ester alcançou o 10º lugar. Na 5ª etapa e última a contar para a classificação, a atleta também ficou em 10º lugar depois de percorrer 42,4 km em 5 horas.

Nos homens, Rachid El Morabity, o marroquino que já ganhou a prova 4 vezes, voltou a ganhar esta edição, seguido do seu irmão Mohamed El Morabity e do também marroquino Aziz El Akad. Os 4 portugueses presentes em prova terminaram todos o desafio. Duarte Mendonça em 48º, Artur Jorge Pereira em 73º, Carlos Guerreiro em 193º e José Lima em 606º.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments