Foi através de uma conferência de imprensa, bastante concorrida por sinal, que se tornaram públicas as novidades para o evento de 2017, com ‘inauguração’ marcada para hoje, quinta-feira, dia 9 de Março, na Exponor e com duração garantida até domingo, dia 12. Completa-se assim uma década de edições do Eros Porto. Facto devidamente assinalado pelos intervenientes no Café Lusitano, ali a dois passos da Baixa do Porto, e que serviu de sede para a divulgação da iniciativa.

A edição do Eros Porto – X Salão Erótico do Porto inclui-se no lote restrito das cidades que atingiram essa meta: assim, para além da Invicta, apenas Berlim, Barcelona e Las Vegas atingiram a fasquia das 10 realizações. Do cepticismo inicial associado a algum hermetismo das gentes do Norte face a esta tipologia de eventos, passou-se a uma estatística que contraria de forma veemente esta convicção inicial de quem se dispôs a levar a empreitada a “Bom Porto”: desde a sua primeira edição e até à data, já passaram pelo certame ligado à temática sexual cerca de 200.000 pessoas. E como se uma surpresa não chegasse, Juli Simón, director do Eros Porto, anuncia outra “De todos os eventos eróticos internacionais, este é o que tem maior participação de mulheres”, acrescentou. E, no mesmo raciocínio concluiu “isto é um orgulho para a organização porque significa que a oferta apresentada não é apenas atractiva para os homens”.

Cumpridas as cotas pelo Eros Porto, passemos ao que vai encontrar o visitante ao longo destes quatros dias. Desde logo estão disponíveis novos segmentos como “Aprender com o Porno”, onde os visitantes contactam com uma vertente mais pedagógica do cinema para adultos numa vertente que vai para além do mero prazer em si mesmo e visa também o próprio esclarecimento das questões da sexualidade. Nessa dimensão mais de ensino, que se situa para lá da componente do entretenimento associado, surgiu um novo território para esta edição: a área temática dedicada ao “Porno Educativo”, que inclui tipologias como a felação, orgasmo e squirting (ejaculação feminina), com direito a demonstrações reais por actores e actrizes.

O Salão Erótico do Porto vai ter com quem não puder estar presente, o mesmo é dizer que vai contar com um estúdio de televisão cuja missão é assegurar transmissões em directo daquilo que se vai passando nesta edição, uma oferta para todos aqueles que disponham de canais por cabo da produtora nacional Hotgold.

Dentro das áreas temáticas, existirá ainda uma zona VIP, equipada com um serviço de bar de qualidade garantida. Neste local será possível contactar com os artistas mais conceituados dos diversos palcos, bem como assistir a pequenos shows exclusivos.

Na observância do domínio “Sexo para Todos”, o Salão Erótico consagra outros espaços destinados aos casais liberais ou interessados em explorar novas fronteiras no capítulo sexual. A denominada “Área Swinger” serve esses propósitos e abrange distintas tipologias neste campo: a possibilidade de observação, ser-se observado nas práticas e participar nas mesmas. Integrar um relacionamento sexual com um ou vários parceiros, em actividades como o gangbang, o glory hole, ou o bukkake.

Numa dimensão dita mais espiritual, mais esotérica, se assim quisermos, existe a área “Extasia”. Na essência buscam-se os trilhos para o êxtase através dos rituais de iniciação e os ensinamentos espirituais para que vida sexual possa ser usufruída na sua plenitude. Promove-se a continência amorosa dos casais na transformação do potencial sexual em energia capaz de conduzir a orgasmos múltiplos e ao estado de êxtase.

A área “Hotgay” está também em destaque com a missão de captar novos valores através da realização de castings e como espaço nobre de ocorrência de bukkakes, trios bissexuais entre dois actores, shows lésbicos, fisting, BDSM e pole dance, com a presença de artistas portugueses e internacionais. Os aficionados e curiosos de práticas como o Bondage, Dominação, Sadismo e Masoquismo – BDSM poderão recrear-se numa área reservada a este segmento.

Para além do universo descrito de actividades possíveis, o espaço ferial da Exponor vai contar no âmbito do Eros Porto 2017 com diferentes áreas “Aula”, espaços destinados a palestras, conferências e debates cujo mote temático se situa nos domínios do erotismo e da sexualidade, a apresentação de livros dedicados a estes assuntos está também prevista.

A “Arte” também está presente no Salão Erótico do Porto, nomeadamente através da pintura e escultura, mas de igual modo em diferentes formas artísticas que os proponentes na sua condição de visitantes e participantes queiram propor. “Actividades para Mulheres” é um outro pólo e aqui releva-se o Concurso Anual de Striptease Masculino cujo vencedor é escolhido pelo público.

Pode ainda rever e contactar com a famosa actriz brasileira Dunia Montenegro, que agora é agente e neste Eros Porto incumbe-se da tarefa de porta-voz; ser contemplado com o prémio de assistir à rodagem de um filme para adultos através da nova produtora Sex Planet (sediada no Porto) e apresentar uma reclamação ao Ministro do Sexo, Sá Leão, ele que acaba de brindar os portugueses com uma nova contribuição fiscal: o ISA – Imposto Sexual Acrescentado. E  uma acção de mérito protagonizada por Serginho, o conhecido tatuador do Wildbuddha Tatoo, que apresentará no certame o projecto “Tatuagem Mamária Reconstrutiva”, lançado em parceria com a enfermeira Ana Lopes, cuja missão é auxiliar mulheres mastectomizadas a recuperarem das marcas do cancro.

A conferência de imprensa referenciada contou, entre outros, com as presenças de Juli Simón, director do Eros Porto, Dunia Montenegro a porta-voz, Carla Kinky – Área Swinger, da actriz Scarlett Johnson em representação da Sex Planet e Sá Leão – O Ministro do Sexo.  Os actores e Cláudio e Gabi protagonizaram cenas de um pequeno show, tendo como imaginário cenas dos filmes “Tropa de Elite” e “Lolita”.

A convidada de honra do X Salão Erótico do Porto, a actriz espanhola Amarna Miller, proferirá hoje, quinta-feira, uma palestra subordinada ao tema “Pornografia, Ética e Feminismo”. Para quem não estiver recordado, sublinhe-se que foi ela quem protagonizou o célebre vídeo “Pátria”, que serviu de lançamento ao Salão Erótico de Barcelona 2016, e que desencadeou uma polémica assinalável no país vizinho, o vídeo atingiu 1 milhão de visualizações nas primeiras 24 horas.

O X Eros Porto – Salão Erótico do Porto conta assim com a maior participação de sempre em número de artistas. Contabilizam-se mais de 130 artistas nacionais e internacionais, com origem em vários países: Portugal, Espanha, Itália e Hungria e podem ser vistos em 14 palcos distintos e áreas privadas em espectáculos contínuos.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments