Eduardo Leal conquista prémio internacional no maior concurso de fotografia do mundo

Eduardo Leal, fotógrafo nascido no Porto , alcançou o terceiro lugar na categoria profissional Campanha, dos Sony World Photography Awards 2015, o maior concurso de fotografia do mundo. Foram mais de 87 mil candidaturas ao Concurso Profissional.

Em declarações em exclusivo ao GLOBAL NEWS, Eduardo Leal não estava à espera deste prémio, naquele que é o maior concurso de fotografia do mundo. “O prémio foi obviamente uma surpresa. Não estava nada à espera. Primeiro foi um choque, que depois tornou-se numa enorme alegria e depois um sentimento de reconhecimento”.

As fotografias que deram a medalha de bronze ao fotógrafo luso, mostram sacos de plástico presos em arbustos no planalto boliviano. Para este trabalho intitulado “Árvores de Plástico”, foi selecionado entre mais de 87 mil candidaturas ao Concurso Profissional. Eduardo Leal explica como surgiu a ideia para este trabalho. Há muito que já tinha a ideia de fazer um trabalho sobre a contaminação do ambiente por sacos plásticos. Só que não sabia como representar esse problema. Até ao dia que estava no sul da Bolivia a espera de uma autorização para um outro projecto e fui tirar umas fotos. Uma dessas fotos foi de um lugar que por acaso encontrei repleto de arbustos cobertos com sacos de plástico.Tirei algumas fotos e segui o meu caminho. Só realmente quando vi as fotos mais tarde é que me apercebi que tinha encontrado a maneira que buscava para esse projecto que há já tantos anos tinha em mente”.

Árvores de Plástico” já tinha dado o primeiro lugar na categoria Ambiente do prémio de fotografia Estação Imagem 2015 – Viana do Castelo. Leal confessa que “prémios seja o Estação Imagem, o Sony World Photo Awards ou outros são sempre bons de receber pois trazem reconhecimento peolo trabalho desenvolvido, principalmente quando esta é uma profissão um pouco solitária. Mas, sim fiquei bastante feliz pelo reconhecimento no meu país, até porque como vivo fora há tantos anos é uma maneira de levar um pouco do meu trabalho ao publico Português, conclui.

Fotógrafo documental freelancer, Eduardo Leal tem por base trabalhos que incidem nas questões sociais, políticas e nas tradições da América Latina. Trabalha para publicações como o Washinton Post, Al Jazeera America, Courrier International, Greenpeace Magazine ou Svenska Dagbladet. Este prémio, diz, tem trazido visibilidade e confessa que nunca é objetivo fotografar para ganhar prémios. O positivo até agora tem sido a visibilidade que um prémio destes dá, mas espero realmente que com isso o trabalho tenha um maior alcance e ponha as pessoas a falar e a pensar no problema que o projecto aborda. Essa é a real razão para fotografar. O objectivo nunca é ganhar prémios isso é um extra, mas sim apontar problemas na sociedade que devem ser resolvidos.”

Eduardo Leal, nasceu no Porto em 1980, mas em 2003 saiu da Invicta passando pela Escócia e agora está estabelecido em Londres. Tem um Mestrado em Fotojornalismo e Fotografia Documental e dedica-se a esta atividade a tempo inteiro. Relativamente ao seu regresso a Portugal, acha difícil isso acontecer. Adoro Portugal, é um país incrivel, com gente linda, com a melhor comida e tenho um orgulho imenso de ser Português, mas depois de um terço da minha vida fora do país, começo realmente a achar difícil voltar a viver no país. Ganhei outras coisas ao vir para fora que dificilmente teria conseguido em Portugal o que me faz muito questionar o meu regresso.”

Trabalhar com as vitimas da guerra civil da Colombia é um desafio que Eduardo Leal tem em mente para o futuro. “Como fotografo o primeiro desafio é sempre o próximo projecto. Neste momento tenho em ideia trabalhar com as vitimas da guerra civil na Colombia, vamos ver se é possível. O outro é simplesmente viver a vida a contar histórias atravês de images. Pois sei que é um luxo hoje em dia poder dedicar-me a fazer o que mais amo”, remata.

Árvores de Plástico” faz parte de uma exposição em Londres, desde 24 de abril até 20 de maio e de um livro a publicar com as melhores fotografias dos Sony World Photo Awards 2015.

Fotos de Eduardo Leal

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments