Projecção do edifício, caso viesse a receber a sede a Agência Europeia do Medicamento. DR

A Câmara Municipal do Porto desmentiu, esta quinta-feira, que o Palácio dos Correios, situado na Praça General Humberto Delgado, venha a ser um hotel e reclama a si como sendo sua propriedade o referido edifício.

Em comunicado, o município começa por sublinhar que o edifício onde está instalado o Gabinete do Munícipe tem sido noticia de alguns órgãos de comunicação social, ilustrando-o e referindo como sendo pertença de um promotor privado que “nele quer construir um hotel. Tal informação é falsa, já que o edifício é propriedade da Câmara do Porto, que o adquiriu e não pretende vendê-lo.”

A Câmara do Porto refere ainda que “o prédio em causa não tem qualquer projeto aprovado para a construção de um hotel, comércio, serviços ou habitação”. Até porque o imóvel, “que pertencia a um fundo, foi totalmente adquirido pelo Município em finais de 2017, albergando, além do Gabinete do Munícipe, vários outros departamentos municipais. Não foi posto à venda, nem a autarquia tem intenção de tal”, conclui.

O Município assegura que “a classificação do solo zona inscrita no Plano Diretor Municipal (PDM) não autoriza a construção de empreendimentos como os que têm sido descritos nas notícias. O edifício chegou a estar referenciado como podendo receber a sede da Agência Europeia do Medicamento, caso Portugal ganhasse a candidatura, mas tal, como se sabe, não aconteceu.”

A autarquia do Porto esclareceu ainda que lhe foi solicitada uma informação prévia, no condicional, acerca de um edifício contíguo mais a Norte, parcialmente devoluto, que não pertence à Câmara do Porto. Esse imóvel, propriedade de empreendedores privados e tendo sido alvo Pedido de Informação Prévia, “não possui classificação de solo do PDM que lhe permita ser utilizado como hotel, habitação ou comércio.”

O que significa que o “promotor não possui qualquer autorização para proceder à construção que anuncia”, refere o Município do Porto.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments