Dragão sai a sorrir do congelador

O F. C. Porto empatou, 1-1, esta noite, no St. Jakob, em Basileia, e está em vantagem nos oitavos de final da Champions League. Uma grande penalidade convertida por Danilo, aos 79 minutos,  salvou os dragões de uma derrota que seria muito dura face ao domínio que exerceram durante os 90 minutos.

O Basileia marcou cedo, aos 11 minutos,  na única ocasião que dispôs,  com Derlis Gonzalez a ganhar posição a Alex Sandro e a disparar certeiro. O F.C. Porto não se intimidou e podia ter igualado por Danilo e Casemiro.

Ficou ainda por assinalar um penalti sobre Jackson Martinez. No recomeço, o momento polémico do jogo, com Casemiro a marcar, após um canto e uma defesa de Vaclik a cabeçada de Maicon. A bola foi ao centro do terreno, mas o árbitro invalidou o golo por indicação do assistente. Dois jogadores do F.C. Porto estariam em posição irregular e no raio de ação do guarda redes.

O F. C. Porto continuou a carregar e melhorou com a entrada de Quaresma, que esteve envolvido na jogada que ditou o empate, ao lançar Danilo que cruzou a bola para Walter Samuel intercepta-la com a mão. No penalti, o brasileiro não tremeu e deixou em delírio os sete mil portistas, entre eles muitos emigrantes, que sofreram na casa do Basileia.

Um dado sintomático: o F.C. Porto dispôs de 9 cantos contra nenhum do Basileia… Este Dragao é muito superior à equipa do português Paulo Sousa. 

Texto e foto do enviado especial A. M.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments