DOC’S KINGDOM de 20 a 25 de setembro em Arcos de Valdevez

O programa do Doc’s Kingdom 2015 convida a uma rota por “Todas as fronteiras”, entendidas literalmente e na sua acepção mais aberta: há filmes programados que se referem às fronteiras geográficas entre países e muito particularmente à dimensão geopolítica que está na origem de conflitos antigos e contemporâneos. Mas estarão igualmente em causa as fronteiras entre pobres e ricos, entre vítimas e carrascos, entre quem filma e quem é filmado, entre o visível e o invisível, entre o som e a imagem. A fronteira como limite, como obstáculo ou como passagem.

Sublinhar a presença importante do realizador israelita Eyal Sivan, com uma obra que encontra a sua força no confronto directo entre o passado e o presente com vista à possibilidade de um futuro comum, abordando questões que interessam não apenas a Israel e à Palestina mas que dizem directamente respeito à Europa dos dias que vivemos.

Está também confirmada a presença de Filipa César e de Salomé Lamas, artistas e cineastas que arriscam trabalhar nos territórios complexos da história contemporânea, filmando a memória viva no tempo presente enquanto desafiam as fronteiras entre o cinema, a arte e a política. Foi no cruzamento e na passagem destas fronteiras, como daquelas entre o documentário e a ficção, que Robert Kramer desenvolveu a sua obra cinematográfica. O cineasta a quem o seminário deve o seu nome estará também em foco nesta edição. Um conjunto de outros autores, emergentes e consagrados, marcará presença no Doc’s Kingdom 2015.

Veja aqui como se inscrever

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments