A secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Catarina Marcelino, e o presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Eduardo Pinheiro, vão inaugurar amanhã, 14 de fevereiro, pelas 15 horas, o Centro Gis, primeira unidade no Norte do país dedicada a dar resposta aos problemas específicos da população LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Trans). O equipamento, refira-se, funciona no edifício Antiga Câmara, na Rua Brito Capelo, 223, loja 40.

O Centro Gis – cujo nome homenageia a transsexual Gisberta, assassinada na cidade do Porto em 2006 – surge da vontade da Associação Plano i e na sequência de um desafio lançado pela Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade à Câmara Municipal de Matosinhos. O protocolo estabelecido em novembro permitiu que o Estado financie este centro de apoio, tendo a autarquia cedido as instalações, que também equipou.

Com a criação deste centro de resposta, e da respetiva da estrutura de atendimento, a Associação Plano i procurará apoiar a população LGBT do distrito do Porto, a qual apresenta condições específicas de vulnerabilidade à violência, à discriminação e à opressão em várias esferas da vida social. O Centro Gis dispõe de recursos humanos especializados e de know-how nestas áreas, propondo-se contribuir também para apoiar a implementação dos planos nacionais de Prevenção e Combate à Violência Doméstica e de Género, e para a Igualdade de Género, Cidadania e Não-Discriminação.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments