Cavaco Silva deseja melhores condições para empréstimos de Portugal

DR

O Presidente da República disse, esta quarta-feira, que a comissão cobrada a Portugal, relativa aos empréstimos europeus devia ser reduzida e que o prazo de reembolso devia ser alargado.

Mas Cavaco Silva sublinhou que “Portugal está numa situação muito diferente da Grécia”. Afirma mesmo que “Deus nos livre de algum dia nos aproximarmos da situação da Grécia. Penso que a maioria dos portugueses não tem bem a noção da situação em se encontra esse país”. Estas declarações foram proferidas à margem da cerimónia de entrega dos prémios Fernando Namora e Agustina Bessa Luis.

Apesar de o Presidente da República não achar que Portugal não está na mesma situação que a Grécia, é da opinião de que as condições deveriam ser semelhantes. “Mas eu não vejo razão para que não seja reduzida a comissão que é cobrada a Portugal pelos empréstimos que recebeu do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira, matéria que aliás penso que já tinha sido falada há algum tempo. Tal como não vejo razão para que não seja alargado o período de reembolso dos empréstimos do Fundo de Europeu de Estabilidade Financeira”, atirou.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments