Carlos Sá, ultra-maratonista luso alcançou o 4º lugar no Tor des Géants, percorrendo os 330 quilómetros em 25 mil metros de desnível positivo em 80 horas, 20 minutos e 24 segundos.

Naquela que é considerada uma das provas mais duras do mundo de corrida de montanha, Carlos Sá, ultra-maratonista português que gosta de olhar de frente os desafios mais duros, conseguiu o extraordinário 4 posto da geral, tendo sido o português com melhor classificação de sempre nesta prova que se realiza nos Alpes italianos.

Na sua página de facebook, Sá sublinhou que “este Tor era uma oportunidade para mais uma superação pessoal, não me preocupei com classificações nem tempos, apenas a escutar o meu corpo e correr conforme ele pudesse”. Isto depois de ter participado na prova do Monte Branco, faz uma semana, e ter desistido por perda de visão e de ter sofrido várias quedas que lhe originaram uma lesão ao nível do quadricípite.

O Tor des Géants foi ganho pelo espanhol Javi Dominguez, numa prova de ritmo muito elevado, com o tempo de 67 horas, 52 minutos e 15 segundos. O italiano Oliviero Bosatelli conquistou o segundo lugar, com o tempo de 69h16m19s. O terceiro posto foi alcançado pelo também italiano Andrea Macchi com o tempo de 74h51h14s.

A edição deste ano contou com mais de 860 participantes, com o contingente italiano em grande número (383), seguido do francês com 145. Quanto a presenças portuguesas, estiveram 4 atletas.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments