Austríaco salta em queda livre e ultrapassa velocidade do som

Felix Baumgartner
Créditos: Jay Nemeth/Red Bull Content Pool

E à quarta aconteceu! Felix Baumgartner conseguiu ser o primeiro homem a atingir uma velocidade estimada de 1342 km por hora, ultrapassando assim a velocidade do som. O feito foi conseguido este domingo, batendo assim, um dos quatro recordes a que se propunha.

Felix Baumgartner, experiente para-quedista, carimbou um feito que ficará para a história. Atingiu uma velocidade estimada de 1342,8 km por hora, saltando da estratosfera e atingindo assim a velocidade do som, em queda livre, que demorou 4 minutos e 20 segundos.

Felix Baumgartner
Créditos: Jay Nemeth/Red Bull Content Pool

Primeiro, começamos com um lindo lançamento, para depois viver o drama da bateria do meu visor. A saída foi perfeita, mas então comecei a cair em espiral lentamente. Eu achei que giraria apenas mais algumas vezes e pronto, mas então comecei a ir mais rápido”, começou por explicar Baumgartner.

Para atingir este feito, o austríaco subiu a uma altitude de 39,045 metros, num balão cheio de hélio que transportava Felix numa cápsula espacial.

Foi verdadeiramente brutal. Pensei por alguns segundos que ia perder a consciência”, desabafou o austríaco de 43 anos. Ma apesar de ter atingido três dos quatro recordes e de ter chegado inteiro a terra, o para-quedista revelou que “foi realmente muito mais difícil do que eu pensei que ia ser”.

Felix Baumgartner
Créditos: balazsgardi.com/Red Bull Content Pool

Felix Baumgartner e a sua equipa passaram cinco anos a preparar este salto e que foi adiado três vezes devido às condições meteorológicas.

O pára-quedista austríaco pretendia bater quatro recordes, bater a velocidade do som em queda livre, efetuar o maior salto em pára-quedas e subir o mais longe possível da Terra. O único recorde que não conseguiu atingir foi o de estar mais tempo em queda livre. O salto de Baumgartner teve uma duração total de 9 minutos e três segundos, mas a queda livre durou 4 minutos e 20 segundos.

Comentários

comentários

Powered by Facebook Comments